30 de out de 2008

Da Rotina

Lavar calcinha no chuveiro,tirar poeira do móvel, responder e-mails, ver as tonalidades do céu nos últimos dias, experimentar cada dia um calor diferente. Ouvir hoje, uma coisa que nunca ouvi...e ouvi mais uma vez uma canção que escutei a vida inteira.

Cessar o choro e rir de uma coisa bo(b)a, uma lembrança. Pegar fotos. Sensações inevitavéis.Frio na barriga ao passar delas.

Acreditar que é possível. Qualquer coisa. E em instantes desacreditar de novo. Esse vai-e-vem.E é chato!

Preciso de dias menos chatos.


A falta de rotina anda me perseguindo. Nem tenho tentado fugir dela.

Qualquer explicação ou tentativa de entendimento voa.E vai para lugares longes...a perder de vista.

A necessidade de escrever, laça, mas me imperra. Algo como o medo.

Um comentário:

Nilmar Barcelos disse...

Respirar, sentir o sabor do que comer. Caminhar. Se chover, tomar chuva... Não esperar NADA acontecer, ser gentil com qualquer pessoa.