15 de ago de 2013

Sempre há novidade na mais antiga paisagem

A caminho de novas descobertas.
Sempre há novidade na mais antiga paisagem.
Aquela construção já é um prédio.
A casa azul clarinha, de muro baixo com pé de romã no jardim, subiu e agora é cinza.
Hibiscos de todas as cores enfeitam e se confundem com pés de manacás.
A cor do meu amor também mudou.

Nenhum comentário: