25 de mar de 2010

Dentro e fora. Nada mais.



Ele em um encontro posterior disse à ela, em um quase neutro tom, não fosse ao olhar agudo: "Tem duas coisas que preciso te entregar" - ela sem entender, lhe responde "o quê?", quase com a mesma intimidade de anos atrás e o mesmo sorriso claro. "As chaves da casa e um livro de fotografia que nunca saiu da embalagem de presente e do armário".


Em um momento póstumo, ela coloca uma música para tentar lembrar de você.

Nenhum comentário: