20 de set de 2006

O prazer me vem não só pelo tato, desejo, sussurro.
O prazer torna-se prazer quando agregado a essas “coisas”,

está uma pontinha de medo:
seja de alguém, seja pelo olhar de alguém, seja por alguém descobrir
ou simplesmente do medo de ir, se entregar.

Nenhum comentário: